Prefeito propõe parceria para pautas regionais com Penha
07 de Fevereiro de 2019


...

Na manhã de quarta-feira (06), o Prefeito Leonel Martins junto da Secretária de Planejamento, Deisy Cristine da Silva, foram até o gabinete do Prefeito Penhense, Aquiles Schneider da Costa para iniciar um diálogo bilateral sobre obras de infraestrutura dos municípios. As principais pautas seriam a construção de terminal rodoviário, ponte, e a criação de transporte público intermunicipal.

A conversa se iniciou com cada um dos prefeitos expressando suas principais necessidades, como de terminais rodoviários, que atenda a demanda da população e comporte o fluxo turístico durante a temporada de verão, com instalações modernas e bem equipadas. Outro ponto foi referente a tão discutida ponte da divisa entre as duas cidades.

Após a reunião, a Secretária de Planejamento e Desenvolvimento Econômico Sustentável de Balneário Piçarras se disse motivada e confiante para a continuação das tratativas com Penha, "é importante e produtivo para os dois municípios desenvolver atividades em conjunto, para que as duas cidades se desenvolvam juntas", frisou Deisy.

A alternativa encontrada pelos governantes foi utilizar do recém criado Consórcio Multifinalitário, crédito criado pela Associação dos Municípios da Foz do Rio Itajaí - AMFRI. "Já foi homologado o Consórcio da AMFRI através de lei votada na câmara, iremos ser os primeiros municípios a utilizar do crédito para realizar obras de interesses mútuos entre nossas cidades", explicou o Prefeito Leonel Martins.

Buscando avanços na mobilidade urbana, os prefeitos seguirão as diretrizes do projeto de mobilidade urbana regional aprovado pelo Banco Mundial durante reunião em Brasília. "O Sistema de Transporte Coletivo Regional foi aprovado pelo Banco Mundial e será de grande interesse para população moradora das cidades da AMFRI", exaltou Leonel.

Consórcio Intermunicipal Multifinalitário da AMFRI

Homologado no dia 05 de fevereiro, o Consórcio irá atingir diversas áreas da administração pública, entre elas Educação, Mobilidade e Infraestrutura, Cultura, Tecnologia e Inovação, Agricultura e Pesca, Assistência Social, Segurança Pública e Defesa Civil. O objetivo principal é proporcionar economia e resolução conjunta de problemas comuns entre os consorciados.